E-mail
Acesso à Informação Serviço Autônomo de Água e Esgoto

Secretarias de Educação e Cultura realizaram a IV Expoafro – Semana Temática Da Consciência Negra

Secretarias de Educação e Cultura realizaram a IV Expoafro – Semana Temática Da Consciência Negra

19.11.16

A Secretaria Municipal de Educação - SEMED em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura, realizaram entre os dias 14 e 19 de novembro a IV EXPOAFRO – Semana Temática da Consciência Negra, com objetivo de promover a valorização e divulgação da cultura afro e debater sobre o sentido do “20 de novembro: Dia da Consciência Negra”, o qual precisa ser lembrado para dar uma ressignificação a história do negro no nosso país, suas lutas pela liberdade e dialogar sobre o preconceito em relação a questão racial que ainda permeia a sociedade.

No dia 14 de novembro foi realizada no Auditório da Escola Municipal Professora Zenóbia Ferreira da Silva, uma Oficina Afro destinada a profissionais da educação e do SCFV, onde aconteceram demonstração de turbantes com a turbanteira Lucélia Tayná, que através de um bate papo evidenciou que o uso deste adereço não deve ser visto meramente como uma peça de beleza, mas sobretudo que o mesmo tem uma função social e principalmente, remete a identidade da população negra. Na ocasião, as participantes aprenderam como fazer um turbante a partir de vários modelos demonstrados pela oficineira.

Em seguida houve a oficina de bonecas pretas, ministrada pela professora e coordenadora pedagógica Lourdes que iniciou explicando que a origem das bonecas de pano chamadas abayomi tem relação com as negras africanas, pois na época em que as mães eram trazidas da África para o Brasil com suas crianças nos navios negreiros, para consolá-las, elas rasgavam a barra das suas saias e faziam as bonecas enrolando e dando nó no tecido. Após essa introdução, foram confeccionadas as bonecas abayomi e outras de lã e garrafa pet.

Já no dia 16 de novembro no Auditório da Escola Municipal Professora Zenóbia Ferreira da Silva foi realizada uma palestra para profissionais da educação e demais secretarias com o tema: Dandara como referência feminina e a situação das mulheres negras que além da violência de gênero sofre a violência racial, ministrada pela professora e sociológa Regina Lopes que iniciou o debate enfatizando Dandara enquanto símbolo da presença feminina negra na história colonialmas que foi invisibilizada por ser mulher. Destacou ainda que na sociedade machista e racista que se apresenta poucas mulheres conseguem romper as barreiras do preconceito e da discriminação racial e ter sua dignidade humana garantida, especialmente por ser mulher e negra. Esta palestra contou também com a parceria da Secretaria Municipal da Mulher, Juventude e Idoso. Esta ação também faz parte dos 16 dias de ativismo em militância no movimento de conscientização da não violência contra a mulher.

E, finalizando as atividades da Semana Temática da Consciência Negra, foram realizadas no dia 19 de novembro, sábado, no pátio da Escola Municipal Miguel Matias a programação cultural com apresentações de danças, musicais, encenações coreografadas com a participação de estudantes da rede municipal de ensino, contemplando temas relacionados a identidade negra, cultura afro-brasileira e afirmação étnico-racial.

ENTENDENDO O SIGNIFICADO DO DIA 20 DE NOVEMBRO
 
A Lei nº 10.639, de 9 de janeiro de 2003, incluiu o dia 20 de novembro no calendário escolar.

Apesar da data ter sido instituída como o Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra pela Lei nº 12.519/2011, ainda não é considerada feriado nacional.

Em Alagoas, a Lei nº 5.724 de 1º de agosto de 1995 decretou o 20 de novembro como feriado estadual.

A data é considerada como uma ação afirmativa de promoção da igualdade racial e uma referência para a população afrodescendente dedicada à reflexão sobre as consequências do racismo.
Então, comemorar o Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra é uma forma de homenagear e manter viva em nossa memória a figura histórica deste líder, sua importância na luta pela liberdade e também pela afirmação do negro na sociedade brasileira.

Notícias relacionadas

Prefeita Pauline Pereira participou de reunião sobre o financiamento da educação 16.01.18 Secretaria de educação de Campo Alegre realiza abertura oficial da colônia de férias 09.01.18 Crianças dos CEIs de Luziápolis ganham brinquedos na Campanha Faça uma Criança Feliz 21.12.17 CMAEE realiza projeto mais que brincar durante o mês de dezembro 21.12.17 Secretária Graciene Alencar realiza palestra em encontro regional de educação 21.12.17 Professor de Campo Alegre recebe o prêmio Medalha Escola 10 14.12.17 Técnicos da SEMED apresentam plataforma busca ativa escolar para secretarias de saúde e assistência 14.12.17 Escola Monsenhor Hildebrando realizou mais uma edição do Natal da partilha 11.12.17 Retrospectiva marca o encerramento do ano letivo no CEI Professora Cicera Marinho de Melo 06.12.17 Centro de Educação Infantil professora Cícera Marinho de Melo realizou o II bazar do bem 06.12.17 Aluna e professoras de Campo Alegre vencem concursos do “Projeto Aedes Aegypti” da Ensinart Editora 05.12.17 SEMED realiza avaliação diagnóstica para os estudantes do 1º ao 4º ano da rede pública municipal 04.12.17 SEMED realiza avaliação dos indicadores da qualidade na educação - relações raciais na escola 04.12.17 Escola Hildebrando Guimarães realizou o IV Encontro de Conhecimentos com exposição de vários temas 01.12.17 Conselho Municipal de Educação de Campo Alegre recebeu prêmio a nível nacional 30.11.17 Workshop apresenta experiências exitosas dos profissionais de Apoio com os alunos com deficiência 28.11.17 Escola Municipal João Fernandes realiza culminância do Projeto Jogos Internos 28.11.17 Banda Fanfarra da Escola João Fernandes realiza apresentação no município de Traipu 25.11.17 SEMED realiza monitoramento nas turmas da Educação de Jovens e Adultos - EJA 24.11.17 SEMED promove certificação para secretários escolares e assistentes administrativos educacionais 24.11.17