E-mail
Acesso à Informação Serviço Autônomo de Água e Esgoto

Violência contra a Mulher: Secretaria da Mulher presta assistência a vítimas em Campo Alegre

Violência contra a Mulher: Secretaria da Mulher presta assistência a vítimas em Campo Alegre

30.01.14

No último dia 28 de janeiro do ano vigente, a senhora Roseane Elias da Silva, 35 anos, foi assassinada de forma brutal por seu ex-companheiro. Na tentativa de defender Roseane, Crislane Elias Alexandre (sua filha), 18 anos, foi atingida e socorrida, sendo levada para Unidade de Emergência de Arapiraca.

A Secretaria da Mulher, Juventude e do Idoso por meio da Consultora do Município Simone Marques, da assistente social Roberta Braga e da psicóloga Monica Rosa Nascimento, prestou serviço e apoio a família da vítima.

A priori a equipe técnica da Secretaria foi a Delegacia do município para coleta de informações bem como apurar os fatos.

No dia seguinte, a assistente social Roberta Braga realizou visita domiciliar prestando atendimento a toda família, viabilizando o auxílio funeral através da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direito a Cidadania e disponibilizando todos os serviços socioassistenciais que a Secretaria da Mulher, Juventude e do Idoso oferece.

Vale ressaltar que a vítima, há um ano, sofria ameaças do assassino, porém, não oficializou a nenhuma instituição tais fatos.

Contudo, a Secretaria Municipal da Mulher, Juventude e do Idoso oferece nossas condolências aos entes queridos desta jovem que de forma covarde perdeu sua vida.

De acordo com a técnica Simone Marques as perguntas mais frequentes são:

1) Quais os motivos levam a mulher a não denunciar? 

Elas tem basicamente MEDO de serem assassinadas e de serem ainda mais BRUTALIZADAS. Elas têm vergonha de socialmente, perceberem que estão sendo agredidas e humilhadas. Além de outras questões ligadas ao cuidado com os filhos, dependência econômica em relação ao marido. Esse é um fator forte que inibe as mulheres, os filhos.

Além disso há o fator psicológico da reincidência em que depois da agressão a maioria dos homens pede desculpas,atribui a um fator externo,sobretudo bebida. As mulheres vão reiterando isso e se forma um ciclo vicioso do qual elas não conseguem sair.

2) A que se pode atribuir a continuidade da violência contra a mulher? 

Basicamente é uma questão cultural. Há dois lados, de uma cultura patriarcal, machista, que está em xeque, e obviamente de outro, o AVANÇO DAS MULHERES em termos sociais e culturais, maior escolaridade, maior autonomia econômica, maior DENUNCIA, ou seja, são todos aspectos ligados a cultura. A cultura machista fazia com que, anos atrás esse assunto fosse colocado debaixo do tapete. Uma violência que era visto no passado como uma violência doméstica, uma coisa entre marido e mulher. Mais ainda se dizia nesse cenário, em briga de marido e mulher, não se mete a colher.

Notícias relacionadas

Secretaria da mulher realiza mobilização pela campanha 16 dias de ativismo 04.12.17 Mulheres de Campo Alegre participam de aula inaugural dos novos cursos do Programa Mulheres Mil 30.11.17 Campo Alegre realizará o I Seminário pelo fim da violência contra a mulher 23.11.17 Confira a lista das candidatas selecionadas para os cursos do Programa Mulheres Mil 31.10.17 Secretarias municipais desenvolvem o Projeto sorriso saudável na Terceira Idade 27.10.17 Programa Mulheres Mil abre inscrições para novas turmas em Campo Alegre 25.10.17 Idosos de Campo Alegre participam de atividades em comemoração ao Dia do Idoso 04.10.17 Gestantes do Projeto Mamãe Coruja recebem kits maternidade no encerramento de mais um grupo 21.09.17 Gestantes acompanhadas pelo Projeto Mamãe coruja participam de visita a maternidade da UMSAM 13.09.17 Secretaria da Mulher realizou ações da Campanha Agosto lilás - 11 anos da Lei Maria da Penha 01.09.17 Membros do Conselho dos Direitos da Mulher participaram do Seminário Mulheres no Poder 31.08.17 Dia da gestante: Gestantes do Projeto Mamãe Coruja participaram de ação e visita a maternidade 16.08.17 Idosos participantes do projeto “Dedinho de Prosa” participaram de visita ao Engenho Caraçuípe 27.07.17 Encontro marca o início das atividades do segundo grupo de gestantes do Projeto Mamãe Coruja 27.07.17 Prefeita Pauline Pereira participa da 1ª Conferência Estadual de Saúde das Mulheres 05.07.17 Prefeitura de Campo Alegre realiza entrega de equipamentos para pacientes especiais 17.05.17 Mamãe Coruja: Secretaria da mulher realizou o encerramento do primeiro grupo de gestantes 2017 28.04.17 Semana da Mulher 2017: Palestras, cinema cultural e cursos foram oferecidos para as campo-alegrenses 10.03.17 Prefeita Pauline e deputada Jó Pereira participaram de sessão em homenagem as mulheres 10.03.17 Prefeitura divulga a Programação da Semana da Mulher 2017 em Campo Alegre 02.03.17